Bem Vindos

Bem Vindos

Você que tem um trabalho de ciências que e dicultoso.
Venha e visite meu blog do google.
Fala do Corpo Humano,Meio Ambiente e etc...

Não fique perdendo a cabeca com o trabalho de ciências,eu resolvo!

domingo, 22 de junho de 2008

ELETRICIDADE E MAGNETISMO

REPULSÃO E ATRAÇÃO ELÉTRICA
Um experimento simples pode nos revelar importantes fatos relacionados à eletricidade. Dois bastões de vidro, atritados cada um deles em um pano de seda, eletrizam-se e se repelem quando colocados próximos um do outro.

O mesmo acontece com dois bastões de plástico atritados com um pedaço de lã.




Dois bastões de vidro eletrizados repelem-se mutuamente.


Dois bastões de plástico eletrizados repelem-se mutuamente.

No entanto, se pegarmos um bastão de vidro e um de plástico, ambos atritados, o que vamos perceber é algo diferente: notaremos que eles se atraem.

Da segunda situação para a terceira, a única mudança foi a troca do plástico pelo vidro num dos bastões. Tal troca ocasionou uma mudança no comportamento da força elétrica, que passou de repulsão para atração. Isso nos faz pensar que existem dois "tipos" de eletricidade, uma parecida com a do vidro e outra semelhante à do plástico.


O bastão de vidro e o de plástico, eletrizados, atraem-se.

REPULSÃO E ATRAÇÃO MAGNÉTICA
Uma propriedade do magnetismo facilmente verificável é a atração e a repulsão entre ímãs. Se colocarmos dois pólos contrários próximos um do outro, notaremos que um atrai o outro. Se tivermos pólos iguais, norte com norte ou sul com sul, um próximo do outro, observaremos uma repulsão entre eles. Podemos, então, concluir que:

Pólos de mesmo nome se repelem,
e pólos de nomes contrários se atraem.

Ímãs em atração e repulsão.

CONSTRUINDO UM ELETROÍMÃ
No início do século passado, um professor de Física dinamarquês chamado Oersted descobriu que um fio percorrido por corrente elétrica tem propriedades magnéticas semelhantes às de um ímã. Ele descobriu, em outras palavras, o eletroímã.

Você mesmo pode construir um eletroímã. Consiga um prego grande e alguns metros de fio bem fino, de cobre esmaltado. Esses fios não têm aquela capa plástica, mas são revestidos por uma cobertura de verniz que os isola.

Isole o prego cobrindo-o com um pedaço de fita isolante ou fita crepe. Enrole o fio no prego, formando uma bobina. Quanto mais fio, melhor.

Pegue duas pilhas grandes (ou mais de duas), coloque-as em série, como indica a figura a seguir, e ligue seus pólos às extremidades dos fios da bobina. Para facilitar o liga-desliga, você pode improvisar um interruptor com tiras de lata. Seu eletroímã já está pronto. Experimente atrair pequenos pregos com ele.


Os fios conectados às pilhas e enrolados em um prego formam um eletroímã.


Pequenos pregos podem ser atraídos pelo eletroímã.

Nenhum comentário: